31 de agosto de 2013

ASSOCIAÇÃO DE MOTOTAXISTAS DE AMARAJI EMPOSSA NOVO PRESIDENTE

0 comentários
Neste sábado (31/08) na sede da Associação dos Mototaxistas em Amaraji, localizada na rua das orquídeas, foi empossada a nova composição da diretoria da associação para o próximo biênio.

Com a presença da maioria dos associados e da população que prestigiou o evento, foram iniciadas as palavras e de inicio o ex-presidente, Jorge Luis, explanou sobre o que havia desempenhado em seus 4 anos a frente da associação "é motivo de orgulho está passando a presidência para uma pessoa integra como o novo presidente" disse, o mesmo também fez questão de mostrar aos associados o quanto estava deixando em caixa e seus projetos e benefícios conquistados.

Apesar de no inicio do processo eleitoral ter tido duas chapas com o tempo as duas se uniram e não foi preciso ter eleição, vencendo a unica chapa por unanimidade, e desde então a composição da nova diretoria da Associação dos Mototaxistas ficará da seguinte forma:
PRESIDENTE: José Edson Batista da Silva (Irmão Zé)
VICE PRESIDENTE: José Edson do Nascimento Junior (Junior Campos)
1º TESOUREIRO: Josafé Antonio
2º TESOUREIRO: Marcelo José
VICE TESOUREIRO:  José Antonio
SECRETÁRIO: Diego César
VICE SECRETÁRIO: Samuel Pereira

Após a posse, o vice presidente Junior Campos, deixou claro a intensão de abrir uma conta jurídica e de adiquirir uma sede própria para a associação e dos planejamentos futuros, terminada as palavras os mesmos saíram pelas ruas da cidade em grande buzinaço, fogos e carro de som, comemorando a nova composição da associação, e depois retornaram para a sede onde teve para todos os associados e convidados um Coffee Break.

Comissão que deixa a frente da Associação

Nova composição da diretoria da Associação

Posse da nova Presidencia

Sede da Associação

Buzinaço pelas principais ruas de Amaraji

Reportagem: Edmar Gomes /Fotos: Jaqueline Gomes
LEIA MAIS...

IDOSO DE AMARAJI QUE ESTAVA DESAPARECIDO É ENCONTRADO EM PRAZERES

0 comentários
O idoso e também doente mental Manoel Pereira de Melo, que mora na Rua Francisco de Andrade Lima, bairro Alice Batista, em Amaraji, que estava desaparecido desde o dia 11 do inicio do mês, foi encontrado nesta sexta (30/08) por volta das 20hs, no bairro de prazeres em Jaboatão dos Guararapes, segundo informações o mesmo estava em uma parada de ônibus quando o motorista do ônibus Cristiano do Ligeirinho o reconheceu e o trouxe até a cidade de Amaraji, entregando o mesmo a família.

O senhor já estava com barba grande e aparentando debilidade, mas estava bem, segundo relatos da senhora Luzia, cunhada do mesmo, o senhor estava no bairro do curado e naquele momento estaria passando pelo bairro de prazeres quando foi conhecido pelo motorista.

Havíamos divulgado neste blog o desaparecimento do sr. Manoel no dia 15/08, conheça a historia clique aqui.

Redação Amaraji Notícia





LEIA MAIS...

COMEÇA NOVA ETAPA DE OBRAS DO COMPLEXO DE VIADUTOS PARA ACESSO A SUAPE E LITORAL SUL

0 comentários
A partir da próxima segunda-feira (02), a Concessionária Rota do Atlântico começa uma nova fase das obras de construção do complexo de cinco viadutos que facilitará o acesso ao Porto de Suape e ao Litoral Sul do Estado. Serão iniciados os trabalhos de aterro junto aos elevados que passam sobre a BR-101 Sul, na altura da rotatória próxima ao Hospital Dom Helder Câmara, no Cabo de Santo Agostinho. O conjunto de viadutos, que terá um total de quatro quilômetros de extensão e 14 alças de acesso, fará a ligação das vias nos sentidos de Recife, Ponte dos Carvalhos, Suape, Centro do Cabo e Alagoas.

Para a realização dos trabalhos, haverá uma intervenção no tráfego de meia pista no acesso da BR-101 nova para a rotatória junto à BR-101 antiga. A previsão de liberação total do trecho para a circulação de veículos, de aproximadamente 400 metros, é no final do mês de setembro. Desta quinta (29) até o domingo (1º), fora dos horários de pico, a área estará recebendo os preparativos para o início dos serviços. A mesma intervenção já foi realizada em outras etapas da obra. Os viadutos já estão prontos e agora começa a terraplenagem para a ligação entre eles. Na sequência, serão realizados os trabalhos de pavimentação das alças de acesso.

Orientação e alternativas - Durante o bloqueio de meia pista, os motoristas que saírem do Recife para Suape e Litoral Sul poderão utilizar ainda o caminho alternativo pela BR-101 Nova, acessando o Centro do Cabo pelo bairro da Charneca, na altura do quilômetro 103 da rodovia federal. Outra opção é seguir pelo Complexo Viário do Paiva em direção à PE-028, acessando à PE-060. 

Para minimizar retenções e manter a segurança dos usuários na área, o tráfego será supervisionado diretamente pela engenharia operacional e equipes de tráfego da Rota do Atlântico. “Nas outras intervenções não registramos grandes retenções de tráfego. Mesmo assim nossas equipes estarão de plantão no local para auxiliar o trânsito caso necessário”, destaca o superintendente de operações da concessionária, Ivan Moraes. 
Placas refletivas de sinalização serão implantadas para alertar os motoristas sobre as intervenções, a partir de 1,5 km antes do início do bloqueio, na BR-101 nova, sentido Recife-Alagoas. Além disso, um Painel de Mensagens Variáveis transmitirá informações aos motoristas sobre a interdição.

Rota do Atlântico - É a empresa responsável pela modernização, manutenção, operação e administração do novo sistema viário que irá atender a região de Suape, localizada entre os municípios do Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca. A nova via expressa, a PE-009, segue da BR-101 Sul, na altura Hospital Dom Helder, até a PE-038, no distrito de Nossa Senhora do Ó. Além de atender os caminhões que seguem para o porto e as indústrias da área, será também o caminho principal para as praias do Litoral Sul, encurtando a distância em 8,4 quilômetros em relação à PE-060. A nova rodovia irá representar uma economia de tempo de cerca de 20 minutos, considerando a velocidade de 100 km/h da via expressa. 

Com um contrato de 35 anos de concessão e investimentos de R$ 450 milhões, a concessionária ficará responsável pela manutenção do pavimento, dos dispositivos de drenagem, da faixa de domínio e também pela implantação e conservação de equipamentos de segurança como câmeras, radares, painéis de mensagem, placas de sinalização e iluminação. A Rota do Atlântico conta com Centro de Controle Operacional (CCO), com serviço de atendimento ao usuário e apoio ao caminhoneiro, monitoramento 24 horas e ambulância de resgate a acidentados.

O trecho concessionado inclui o complexo de cinco viadutos; uma nova rodovia entre Suape e a PE-038; a requalificação do acesso à Ilha de Tatuoca; a rotatória na Curva do Boi; o Contorno do Cabo; as TDR’s Norte e Sul e a VPE-052. O início das operações está previsto para este segundo semestre de 2013. 
A Rota do Atlântico é formada pela Odebrecht Transport, uma empresa do Grupo Odebrecht, que tem como sócio o Fundo de Infraestrutura do FGTS, e pela Invepar, composto pela Previ, Petros, Funcef e OAS.



LEIA MAIS...

SHOPPING EM VITÓRIA DE SANTO ANTÃO VAI GERAR 3.200 EMPREGOS

0 comentários
O Vitória Park Shopping será o próximo centro comercial a ser lançado no Estado de Pernambuco. Com investimento total de R$ 65 milhões, o novo shopping está sendo construído na cidade de Vitória de Santo Antão, Zona da Mata Sul de Pernambuco, e vai atender a uma população com potencial de consumo mensal de R$ 50 milhões. O empreendimento, que terá como inovação um hotel Íbis integrado às suas instalações, já está com parte de suas obras avançadas e tem data de inauguração prevista para o mês de novembro deste ano.

O empreendimento conta com grande parte das lojas comercializadas, num total de 130 lojas, sendo cinco âncoras, nove megalojas, cinema, games, praça de alimentação, centro médico, hotel e faculdade. Entre as lojas já contratadas para compor o mais novo centro de compras de Pernambuco, estão a Riachuelo, Marisa, Emanuelle, Americanas, Nagem, Esposende, Bob’s, Subway, Donatário, Bonaparte e Patroni Pizza. Após a conclusão das obras, o centro de compras deve gerar cerca de 3.200 empregos diretos e indiretos.

Entre as novidades do Vitória Park Shopping, um projeto com iniciativas sustentáveis irá aproveitar as fontes naturais durante seu funcionamento. Entre os sistemas que deverão ser utilizados no empreendimento, estão o aproveitamento de iluminação interna natural; reutilização de água; energia solar nos estacionamentos e no Hotel Íbis; e sistema de climatização sustentável, que prevê uma economia de 40% nas despesas com energia elétrica.

O Vitória Park Shopping é um empreendimento dos grupos Class, Plus e Somar, com apoio do Governo do Estado de Pernambuco e da Prefeitura de Vitória de Santo Antão. Ao todo, serão 25 mil m² de área construída, com área bruta locável de 15,5 mil m².

Do A Voz da Vitoria
LEIA MAIS...

TELEFÉRICO DE GRAVATÁ VAI SAIR DO PAPEL

0 comentários
A Secretaria Estadual de Turismo, publicou nesta sexta-feira (30) o Aviso de Processo Licitatório (nº 029/13) para a construção do teleférico no município de Gravatá, incluindo estações de embarque e outras instalações eletromecânicas. A empresa também deverá fornecer material de mão de obra, equipamentos no âmbito do PRODETUR. As empresas especializadas neste tipo de edificação deverão enviar propostas até o dia 31 de outubro. O edital já está disponível no site da SETUR e também pode ser retirado no Centro de Convenções em Olinda (PE). A expectativa é de que a obra com recursos do Governo Federal e Estadual tenha início no próximo ano.

Do Portal GN
LEIA MAIS...

ESCOLA DE REFERÊNCIA EM ESCADA REALIZA GINCANA COM TEMÁTICA SUSTENTÁVEL

0 comentários
Os alunos das turmas do primeiro ano do ensino médio da Escola de Referência Monsenhor João Rodrigues de Carvalho em Escada comemoram de uma forma sustentável e criativa a semana do folclore na unidade de ensino.

Uma gincana folclórica que reuniu provas e desafios, serviu para alertar os alunos sobre os benefícios da reciclagem, além medir como anda os conhecimentos gerais e culturais da garotada.

O foco de maior destaque do evento foi a coleta de material PETI, (garrafas descartáveis) e latinhas de refrigerante que retirou mais de seis mil objetos das ruas. Este material será repassado para coletores e recicladores da cidade 

A gincana faz parte das ações que a escola de referência realiza para se manter próxima a sociedade. Em setembro será realizado a segundo passeio de bicicletas, onde os alunos e a comunidade ao redor tem uma verdadeira aula de cidadania e sustentabilidade.

Reportagem Paulo Fernades



LEIA MAIS...

ATACADÃO LIRA REABRE COM ESTOQUE RENOVADO

0 comentários
Depois de uma semana com portas fechadas o Supermercado Atacadão Lira, em Amaraji, reabriu suas portas nesta sexta (30/08), na ocasião da abertura o proprietário esteve o tempo todo na entrada do estabelecimento recebendo seus clientes.

A cinco anos em Amaraji, o Atacadão Lira vem de uma historia que começa muito antes de seu proprietário nascer, o empresario José Leonardo de Lima, é natural de Chã Grande, mas quando criança acompanhava seu pai até a cidade de Amaraji, quando o mesmo vinha com os feirantes no dia de sábado para colocar bancos na feira da cidade.

O tempo foi passando e o jovem foi conhecendo a cidade e descobrindo as necessidades comerciais, e no ano de 2008 decidiu agir, sendo ousado, caiu logo no gosto e na aprovação da população que enche os corredores do empreendimento.

Hoje o empresário divide seu tempo entre duas funções, pois Léo (foto) como é assim conhecido é
empresario e vice prefeito da cidade de  Chã Grande, segundo o mesmo a reforma no supermercado foi necessária pois precisava reformular todo o estoque.

O empresario para atender todos os clientes oferece entrega a domicilio até o limite da cidade de Primavera, e recebe todos  cartões de credito e debito formas de pagamento.

A mesma reforma feita no supermercado de Amaraji, irá ser feita em Chã Grande, lá desde o ano passado que o supermercado daquela cidade foi fechado para reforma e o prazo de reabertura é até dezembro.

Durante todo dia desta sexta, a festa na frente do supermercado ficou por conta do artista amarajiense Mazinho do acordeon que levantou todos que passavam na praça com seu autentico forró pé de serra.










LEIA MAIS...

30 de agosto de 2013

HOJE FAZ 12 ANOS QUE AMARAJI PERDEU SUA ETERNA MARA SANTIAGO

2 comentários
Quem é que mora em Amaraji, ou é filho desta terra e nunca ouviu falar em Mara Santiago? Todas a vezes que entoamos o hino como não lembrar dela?
Figura ilustre que marcou a sua terra de forma histórica, seja com seu jeito impar de falar, de seus passeios pelas ruas com a charrete, ou até mesmo pelo carinho e atenção que tinha com todos.
Se Mara Santiago estivesse viva hoje estaria com 83 anos, mas o destino a levou e hoje fazem exatamente 12 anos que ela partiu e o Amaraji Notícia traz uma pouco de sua historia.


MARA SANTIAGO

Mara Santiago nasceu no dia sete de julho de 1930 em Amaraji. Filha de Erasmo José Alves e Levina de Vasconcelos Alves. Seus avós paternos foram Victor José Alves e Maria José Alves e os maternos, Liberato Joaquim de Vasconcelos e Maria Manuela Tavares de Vasconcelos. Foi registrada no dia 16 de agosto de 1930.

Iniciou seus estudos primários com a professora Lourdes Barbosa nesta cidade. Posteriormente, cursou o ginásio no Colégio Santa Cristina na cidade de Nazaré da Mata. Cursou e concluiu o curso pedagógico na Escola Normal Pinto Junior em Recife no ano de 1952. Sua colação de grau aconteceu no teatro de Santa Isabel no dia 7 de dezembro de 1950 e seu paraninfo foi Hildefonso de Vasconcelos Filho.

No mês de abril de 1953 ela foi aprovada no 5º Curso de Aperfeiçoamento de Professoras Rurais da Secretaria de Educação. Obteve o 32º lugar na classificação geral do concurso, com as seguintes notas: Metodologia – 70, Provas e Medidas – 96, Redação Oficial – 90, Puericultura – 95 e Práticas Rurais – 90. Sua media global foi de 88,20. Os resultados do concurso foram publicados no Diário Oficial do Estado do dia dez de abril de 1953.

No dia 13 de julho de 1953, a portaria nº 1050 da Secretaria de Administração do Estado determinou sua
localização, juntamente com Maria Neide Lins, na Escola Típica Rural de Caracituba. Nova portaria, a de nº 1915, do dia 17.10.1953, determinou que ela fosse localizada na Escola Típica Rural do engenho Garra, para exercer a função de professora extranumerária mensalista. Esse era um tipo de contrato anual que o Governo fazia com as professoras recém-formadas. Cada início de ano, elas eram reconduzidas à escola através de novo contrato assinado.

Em 1957, pelo do ato governamental nº 863 de 27 de janeiro, muitas professoras receberam promoção. Mara Vasconcelos, através da portaria nº 1394 de 11 de junho do mesmo ano, foi designada para assumir a cadeira nº 4 do Grupo Dom Luiz de Brito, deixando a Escola Típica Rural do Engenho Garra. Ela permaneceu naquela escola por quase cinco anos, trabalhando com muita dedicação e amor com crianças da zona rural.

No dia seis de dezembro de 1963, contraiu matrimônio com o professor Israel Agostinho Santiago, na época, tabelião do cartório do primeiro ofício de Amaraji e diretor Ginásio São José da Boa Esperança, mantido pela Campanha Nacional de Educandários Gratuitos. O casal são os pais de: Ana Paula de Vasconcelos Santiago, Helder de Vasconcelos Santiago e Israel Agostinho Santiago Júnior.

Em 1957, através do Ato nº 2021 de 21 de março de 1963 do Governador, ela deixou o Grupo Escolar Dom Luiz de Brito para ficar à disposição do Ginásio São José da Boa Esperança com ônus para o Estado.

Nas eleições majoritárias de 1958 ela candidatou-se a vereadora. Foi a primeira mulher a disputar um mandato na história de Amaraji. Ficou na suplência, mas assumiu a vaga de vereadora por várias vezes. Foi na gestão do prefeito Plínio Alves de Araújo.

No dia 18 de junho de 1967 deixa o Ginásio São José e retorna às suas atividades no Grupo Escolar Dom Luiz de Brito. Continuou, entretanto, a lecionar no Ginásio São José, onde dava aulas de português e literatura portuguesa. Até hoje Mara e lembrada por seus alunos por sua eficiência, capacidade e dedicação ao ensino.

No começo da década de 1980 cursou letras na Faculdade de Formação de Professores da Mata-Sul – FAMASUL.

Em março de 1979, foi nomeada diretora do Grupo Escolar Dom Luiz de Brito, substituindo a professora Denise Fontes Moraes que fora designada supervisora dos municípios de Amaraji e Primavera. Nos nove anos de direção da escola fez um excelente trabalho, interagindo bem com as pessoas da regional da educação de Palmares, com os colegas, os alunos e a comunidade. Ficou à frente do Dom Luiz até julho de 1988.

No final da década de 1980 deixou Amaraji e passou a residir em Olinda. Era uma casa muito bem decorada com flores e plantas por toda parte. Em meados dos anos noventa retorno para Amaraji.

A filha mais velha de Erasmo José Alves e Levina Vasconcelos Alves foi batizada com o nome de Amara. Para os familiares e amigos era Amarinha. A irrequieta e alegre menina que cresceu amando as paisagens amarajienses. Mais tarde tornou-se conhecida como Mara, nome que adotou, pois como dizia, era menos amargo. Mara cresceu envolvida pela cultura e pelas tradições da cidade de Amaraji, a terrinha que tanto amou.

Possuidora de uma grande facilidade de expressão, Mara era sempre convidada para recepcionar autoridades políticas, eclesiásticas, etc. Tornou-se conhecida por sua oratória, seus conhecimentos literários, história e tradições do município. Foi a primeira mulher amarajiense a ocupar uma cadeira na Câmara Municipal de Amaraji.

Nos anos 1974 e 1975, Mara Santiago e a Abiacy Andrade mantiveram no serviço de som do Cine Clube Amaraji um programa de variedades que ia ao ar nos domingos à tarde. O “Amaraji Informal” relembrava a cidade de antigamente. Noticiava fatos, realizava entrevistas, promovendo dessa forma, um grande resgate da história e da cultura local, como também proporcionando uma enorme contribuição na divulgação de informações que esclarecia a população sobre a verdadeira cidadania. A população aguardava com ansiedade o horário vespertino do domingo para escutar o programa levado ao éter dos quatro cantos da cidade pelas cornetas do Cine Clube.

Mara escreveu incansavelmente durante longos anos de sua vida. Seus gêneros preferidos eram a literatura
de cordel, a poesia romântica, a crônica do dia a dia. Também escreveu reflexões e pensamentos sobre temas diversos. Incentivada por amigos escreveu o livro Amaraji sem Retoques.

O livro foi lançado em novembro de 1986 no salão paroquial da cidade. O prefeito Álvaro Melo, a Câmara Municipal e a professora Aline Cavalcanti estiveram à frente da organização do evento, preparando uma grande recepção na qual estavam presentes parentes, alunos e amigos da cidade e de cidades vizinhas.

A apresentação do livro foi feita pelo professor Antônio Alves da Costa ao lado de sua esposa Luzia. O desenrolar da programação ficou a cargo de Sandoval Cavalcanti que, junto com Alzira, organizaram tudo. Um destaque para a presença do professor e odontólogo, José Roberto de Melo, presidente da Academia Pernambucana de Odontologia, ao lado de sua mãe dona Bibi Melo.

O salão atapetado de folhas de canela foi decorado pelo artista plástico Mário Celso Miranda Cunha, amigo de Mara. O bufê preparado com iguarias da cozinha regional, como: bolo de massa de mandioca, beiju, tapioca, manuê, grude de goma, entre outras e foi servido por jovens caracterizadas de caipira. Houve também apresentação de pastoril e danças folclóricas, por um grupo infantil coordenado pela professora Rosete Pedrosa.

Numa linguagem simples, em seu livro ela retratou fatos, tipos, causos e peculiaridades da cidade e de seus habitantes. Fala das atividades sociais de ontem e de hoje, do folclore, dos pontos turísticos, dos engenhos, da política, da economia e da cultura. Este é o acróstico que ela escreveu, enaltecendo a terra tanto amava.

Foi uma grane incentivadora da arte e cultura amarajiense, sendo uma das fundadoras do Centro Erasmo Alves de Cultura – CEAC.

Mara teve como bandeira o amor e o orgulho por nossa terra, demonstrando isso na poesia que compõe o belo hino de Amaraji, de sua autoria. Comunicativa, alegre, jovial, Mara se destacava onde quer que fosse e seu encanto por nossa terra fazia com que ela se autodenominasse “a cara de Amaraji”.

Gostava de receber pequenos grupos de amigos em sua casa para recepções. Enquanto os amigos se divertiam cantando e tomando uns drinks, ela cuidava de tudo nos mínimos detalhes: servia, limpava e organizava tudo. Quando a festa chegava ao fim, a casa estava tão arrumada que parecia que tudo ia começar naquele momento.

Em sua casa na Rua 23 de Julho ela construiu, na parte de trás, um espaço bastante arborizado e florido, com banquinhos de praça e uma piscina. Chamava o ambiente de “minha área de lazer” e nos, seus amigos, tivemos momentos muito agradáveis e divertidos lá.

No dia 30 de agosto de 2001 Mara partiu prematuramente, deixando uma grande lacuna entre seus amigos e no meio cultural, artístico e social da cidade.

Em 23 de julho de 2011 foi inaugurada em Amaraji a Escola de Musica Amara de Vasconcelos Santiago em sua homenagem.

A Escola de Musica Amara de Vasconcelos Santiago, inaugurada no dia 23 de julho de 2011, foi uma merecida homenagem da prefeitura, na pessoa do prefeito Jânio Gouveia, à mestra de tantas gerações.

Amaraji, porém, continuar a amar Mara, pois ela está no coração de cada amarajiense que a conheceu e que teve a felicidade de privar de sua amizade. No final de seu livro ela escreveu um belo resumo de todo o trabalho:

RETROSPECTO

Ai de mim, quanta lembrança, do que ficou para trás
Do meu tempo de criança que não volta nunca mais.

Em pensamento eu revejo a pequena Amaraji
Ruas, becos e vielas, que em menina conheci.

Relembrando o teu passado, vem logo à minha mente
Pedrinho dentista que vinha extrair e botar dente.

Um tipo muito risonho, com todos, ele brincava,
Seu Mário telegrafista, no Correio ele morava.

Vejo outro conhecido de Amaraji, coletor,
É o Zé Guilherme de Andrade, recordo com muito amor.

Paro aqui pra recordar fatos e coisas também
Lembranças de uma época que à minha mente vem.

A política era bem quente e a divisão era tamanha
Que valia tudo na vida pra se vencer a campanha.

No dia da eleição a vigilância era demais
As estratégias eram muitas pra botar o outro pra trás.

Senhores com seus capangas vinham para aqui comandar,
Com seus rifles bem à mostra, todo o povo amedrontar.

Os políticos daquele tempo, “donos” da situação,
Mandavam até na justiça, não queriam opinião.

A politicagem era tanta, na luta pelo poder,
Que valia tudo na vida para a campanha vencer.

Nesse tempo Primavera a Amaraji pertencia
E juntamente com Cortês, o voto se dividia.

A primeira eleição, na qual o meu voto dei,
Foi pra Agamenon Magalhães, de lá pra cá não parei.

Votei e já fui votada, pra vereadora daqui,
Sendo a primeira mulher, eleita em Amaraji.

E por falar em política, ninguém mais politiqueiro,
O seu nome era Laurindo, apelidado, o Doceiro.

Seu Lalá me lembro bem, gostava de uma caninha,
Tomava pra se alegrar, quando do Garra vinha.

Vamos retrospectar, juntando coisinhas mais,
Du tempo em que aqui vivi e que está muito pra trás.

Namoro aqui era “flerte”, hoje é “transa” ou “paqueração”
Mulher casada era dama, hoje não há discriminação.

Zona só existia uma e discretamente se ia
Hoje tem pra escolher, se no centro ou periferia.

Ônibus se chamava sopa, motorista era chofé
Padre vestia batina, balão, só o de Seu Né.

Crente aqui chamavam “Bode” e havia divisão
Um católico não comprava na venda do velho Tião.

O preconceito era demais em nome da religião
Quem quisesse ir pro “escanteio”, andasse com a bíblia na mão.

Os exames nas escolas eram escritos e orais,
Matemática e português, se estudava demais.

Nenhuma estratégia tinha, nem círculo de pais havia,
Somente muito rigor e o aluno aprendia.

Estou cansada de ouvir e muita gente afirmar
Que o primário de antigamente, é o atual vestibular.

Não vejo nisso exagero, dou meu testemunho ardente
Professora no meu tempo ensinava a se ser “gente”.

As mulheres engravidavam e não faziam pré-natal
Davam à luz em casa mesmo e saía tudo muito legal.

“Olhado” e “espinhela caída”, disso não se morria não,
As rezadeiras davam um jeito, com manto e muita oração.

Quando a tarde escurecia, na “horinha” do jantar,
O motor funcionava para a cidade alegrar.

Quando soavam dez horas, todo mundo já sabia
O motor dava o sinal e o povo se recolhia.

As serenatas eram o “fraco” em toda ocasião
Cantiga de roda e valsa eram também atração.

Os bailes se realizavam com tamanha animação
E era a Rádio Educadora o lugar dessa atração.

A turma lá do sereno ficava querendo ver
Quem apertava mais a mão pra toda a cidade encher.

Parece-me ainda ouvir alguém assim se expressar:
“Alô, Senhor Paulo, queira esta música escutar”.

Tínhamos também um jornal que circulava todo mês
Com notícias de Primavera, Amaraji e Cortês.

Seu fundador, Erasmo Alves, homem de muita visão,
Fez de “A Voz de Amaraji” veículo de muita ação.

Nas festas de Natal não havia pomposidade,
Mas a alegria reinava nos recantos da cidade.

O mês de maio era animado do primeiro ao último dia,
Fogos, flores e balão, cada noiteiro trazia.

Os Sete de Setembro, por gosto se podia ver,
O Externato de Dona Lourdes, nada ficava a dever.


LEIA MAIS...

29 de agosto de 2013

POLÍCIA FEDERAL DIVULGA IMAGENS DO ASSALTO AO CORREIO DE TAMANDARÉ

0 comentários
A Polícia Federal em Pernambuco tendo em vista o assalto ocorrido ontem quarta-feira (28.08), por volta das 08:05hs na Agência de dos Correios de Tamandaré/PE, esclarece que a ação durou aproximadamente 16 (dezesseis) minutos e contou com cerca de 05 (cinco) suspeitos, os quais chegaram na agência em um veículo de características ainda não identificadas sendo que dois deles ficaram do lado de fora dentro do veículo esperando a conclusão do assalto dando cobertura a quadrilha para empreenderem fuga enquanto que os demais adentraram na agência e um deles armado investiu contra um cliente fazendo-o de escudo para em seguida render o vigilante da agência e subtrair a sua arma.

Na sequência foram rendendo todos os funcionários e clientes (cerca de 10 pessoas) e acomodando-os numa sala dentro da própria agência enquanto que os outros dois integrantes ficaram responsáveis em fechar novamente a agência permanecendo próximo a porta e perguntando através de um rádio comunicador aos outros comparsas que estavam do lado de fora acerca da movimentação de possíveis policiais enquanto que o outro obrigou o gerente a acionar o dispositivo de retardo do cofre para levar os valores lá existentes (a quantia roubada não será divulgada).

Após roubar o dinheiro os três assaltantes que saíram da agência levando consigo o dinheiro roubado, e uma CPU de computador onde pensaram estar as imagens de circuito interno empreenderam fuga numa viatura para lugar incerto e não sabido.

A agência não possui porta detectora de metais, porém possui vigilante, anteparo blindado, sistema de retardo no cofre e câmeras de circuito interno que registrou filmagens da ação dos bandidos no interior do imóvel. Ao tomar conhecimento do fato a Polícia Federal deslocou uma equipe de policiais federais, formada por agentes, delegados, peritos e papiloscopista no intuito de realizar as primeiras investigações, perícias e depoimentos das pessoas vítimas da ação desta quadrilha. Inquérito policial já foi instaurado e as investigações vão prosseguir, no sentido de localizar e prender todos os integrantes deste bando armado.

A polícia federal já possui a identificação de vários integrantes desta quadrilha que vem efetuando assaltos nas agências dos correios e prossegue no sentido de identificar seus respectivos domicílios afim de efetuar suas capturas através de mandados de prisão. Qualquer informações que ajudem a Polícia Federal a identificar a localização dos suspeitos devem ser feita através do disk denúncia pelo número 3421-9595.

Somente este ano a Polícia Federal conseguiu desarticular em ações conjuntas com as polícias civil e militar 25 assaltantes dos correios, apreendeu 14 revólveres, 04 pistolas, 05 veículos, 04 motos, 17 aparelhos celulares, e conseguiu chegar a autoria de mais de 11 assaltos em agências dos correios realizadas em Pernambuco com a recuperação de mais de R$ 130.000,00 (cento e trinta mil) reais levados das agências.










LEIA MAIS...

SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DE GRAVATÁ GRITA COM ALUNO DA REDE MUNICIPAL

0 comentários
A família de um adolescente que estuda na Escola Municipal Amenaides Farias, em Gravatá, se reuniram tarde de ontem (28) no gabinete do vereador líder da oposição Léo do AR (PSDB).

A reunião aconteceu de acordo com informações repassadas pela irmã e a mãe do garoto, onde as mesmas denunciaram a secretária de educação, Francisca Nogueira, de que havia gritado com o menor quanto estava em audiência na Secretaria Municipal de Educação.

Chocada com o fato de o irmão ter sito coagido pela secretária, a irmão do garoto acabou sofrendo um ataque convulsivo dentro da repartição. A família tomou conhecimento que a secretaria possivelmente havia registrado uma queixa na 62ª DEPOL, acusado o jovem de ter lhe ameaçado de morte. A reportagem tentou conversar com a secretaria de educação na tarde desta quarta-feira (29), no entanto não obteve êxito.

LEIA MAIS...

DEZ PESSOAS SÃO FEITAS REFÉNS EM ASSALTO AOS CORREIOS DE TAMANDARÉ,NA MATA SUL

0 comentários
Dez pessoas, entre clientes e funcionários, foram feitas reféns durante assalto a uma agência dos Correios no município de Tamandaré, na Mata Sul do estado. Cinco assaltantes participaram da ação. Eles renderam as vítimas em uma sala da agência, enquanto o gerente abria o cofre. O crime ocorreu na quarta (28), mas a investida e as imagens das câmeras foram divulgadas na manhã desta quinta-feira (29).

De acordo com a Polícia Federal, a ação durou 16 minutos. Os suspeitos chegaram em um veículo não identificado. Dois deles ficaram no automóvel e os outros três utilizaram um cliente como escudo para render o vigilante, pegar a arma e entrar no estabelecimento. Os cinco se falavam através de um rádio-comunicador para saber sobre possível movimentação policial do lado de fora.

Os homens conseguiram fugir levando uma quantia em dinheiro não divulgada e um computador, onde eles acreditavam estar as filmagens do circuito interno. A agência em questão possui vigilante, anteparo blindado, sistema de retardo no cofre e câmeras. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.

Ainda de acordo com a PF, a quadrilha é conhecida por praticar assaltos em outras agências e alguns dos membros já foram identificados. Quem tiver informações pode ligar para o Disque-Denúncia (81) 3421-9595.

Procurado pela reportagem,os Correios informaram que a agência só será reaberta na próxima segunda (2). A empresa está trabalhando para restabelecer os equipamentos levados no assalto e voltar a funcionar.
LEIA MAIS...

MPF DENUNCIA EX-PREFEITO DE GAMELEIRA POR SUSPEITA DE FAVORECER EMPRESAS EM LICITAÇÕES

0 comentários
O Ministério Público Federal (MPF) em Palmares, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, ofereceu denúncia à Justiça Federal contra José Severino Ramos de Souza, ex-prefeito de Gameleira, na Zona da Mata, e mais oito envolvidos em supostas irregularidades cometidas em seis licitações realizadas no município, em 2005 e 2006. A responsável pelo caso é a procuradora da República Silvia Regina Pontes Lopes.

Os procedimentos licitatórios tinham como objeto a aquisição de gêneros alimentícios perecíveis e não perecíveis, obtidos por meio de recursos federais relativos ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peja) e Programa de Educação de Jovens e Adultos (PEJA). Os alimentos eram destinados às escolas da rede municipal de ensino de Gameleira.

Conforme argumenta a procuradora da República, foram observadas, nas seis licitações (cinco na modalidade convite e uma tomada de preços), irregularidades como o acesso das empresas participantes às propostas das concorrentes, ausência de cotação preliminar de valores dos produtos licitados, prejudicando o caráter competitivo, além do favorecimento de empresas e o fracionamento ilegal de licitação.

Para o MPF, José Severino Ramos de Souza frustrou o caráter competitivo dos procedimentos licitatórios, com o intuito de favorecer as empresas participantes dos certames e seus sócios. Na denúncia, a procuradora da República Silvia Pontes ainda reforça que a soma dos valores totais das licitações ultrapassou o limite estabelecido por lei para a realização da modalidade convite.

Além de José Severino Ramos de Souza, o MPF denunciou dois integrantes da Comissão Permanente de Licitação do município durante a gestão do ex-prefeito, além de seis representantes das empresas favorecidas nas licitações. Caso a Justiça Federal atenda ao pedido do MPF, as penas, se aplicadas cumulativamente, podem chegar a 17 anos de prisão, além de multa.

Do Escada News
LEIA MAIS...

CONTA DO EX-PREFEITO AGLAILSON REPROVADA PELO TCE DEVERÁ SER VOTADA PELA CÂMARA DE VITÓRIA

0 comentários
A Câmara de Vereadores da Vitória de Santo Antão deverá votar nos próximos dias as contas do ex-prefeito José Aglailson Queiralvares (PSB) referente ao exercício de 2006, quando cumpria o mandato como gestor do Município.

Será um grande desafio ou quase um milagre para o ex-prefeito se livrar da inelegibilidade, depois de tantas e tantas irregularidades detectadas pelos membros do Tribunal de Contas do Estado (TCE). As contas do ex-prefeito estão sendo apreciadas pela Comissão de Finanças e Orçamento da Casa Diogo de Braga.

O ex-gestor teve não só as contas, como também os recursos rejeitados pelo TCE, o que o inviabilizou recorrer da sentença. A Mesa Diretora da Câmara Municipal aguarda o Parecer das Comissões para colocar em pauta nas próximas sessões ordinárias.

Pesa sobre José Aglailson e que foi decisivo na rejeição de suas contas de 2006, os excessos apontados para as obras e serviços de engenharia, bem como a não aplicação em sua totalidade das verbas do FUNDEF na remuneração dos profissionais do Magistério, além da ausência de repasse da contribuição previdenciária no valor aproximado de R$ 2,2 milhões, razões pelas quais fez o TCE recomendar a Câmara de Vitória a rejeição de sua conta.

Do A Voz da Vitória
LEIA MAIS...

ÚNICA FÁBRICA DE AVIÕES DE PERNAMBUCO DEVE DEIXAR O ESTADO

0 comentários
Depois que o Aeroclube de Pernambuco fechou as portas após mais de 70 anos de existência, em março, devido às obras da Via Mangue, muitos foram os prejudicados, inclusive a empresa de aviação Aeropepe, que ainda se encontra instalada no local.

Segundo o proprietário do empreendimento, José Rodolfo Garrido Andrade, o Pepe, 52, o lugar faz parte da história de Pernambuco. Ele diz que por ele já passaram pessoas importantíssimas do correio Francês e o famoso escritor do livro O Pequeno Princípe, Antonie de Saint Exupéry. “Estamos esperando para saber quais vão ser os reais desdobramentos dessa loucura que isso se transformou. Um aeroclube histórico sendo desmontado sem se respeitar nada. Tem um galpão que foi construído na França antes da segunda Guerra Mundial e nada disso tem valor no nosso país”, contou Pepe. “Já entramos com ações pra reverter a situação, mas contra o Governo ninguém consegue nada”, desabafou.

A empresa pernambucana que é a única do Brasil que fabrica ultraleves apenas de material composto, e está sujeita a sair do Estado. “Já recebemos uma proposta de uma empresa no Centro-Oeste para nos mudar de vez, mas estamos vendo outro local fora de Recife, até porque a cidade não tem mais um espaço que nos comporte”, disse.

A problemática interferiu nas vendas e nos outros serviços oferecidos pela empresa, como a manutenção dos ultraleves. “Eu passei o ultimo mês viajando pra realizar as manutenções, o que antes eu fazia aqui no galpão, agora tenho que me deslocar pra efetuar os serviços”, falou. Ainda de acordo com Pepe, com saída do aeroclube prejudicou a chegada de novos pilotos em Recife, dificultando a aprendizagem deles devido os cursos que eram oferecidos no local, principalmente na parte prática porque se quiserem voar terão que se deslocar até Caruaru ou João Pessoa.

Do IG
LEIA MAIS...